Pra que serviam as pirâmides do Egito?

Como foram construídas? para que serviam?

A pirâmides foram construídas pelos escravos do Egito e homens livres. Consistia num trabalho ṕesado.

As pirâmides eram consideradas a segunda casa de Faraó. Faraó era o nome dado aos governantes da época. Eles acreditavam que após a morte eles reviveriam, o que explica o fato de eles serem embalsamados. Dentro da pirâmide eram colocados todos os pertences do Faraó, incluindo ouro, prata, objetos de valor e suas mulheres (vivas). Logicamente não havia ressurreição e as mulheres vinham a óbito.

Interior da pirâmide (Quéops) 146 metros de altura.

piramideFonte da imagem: wikimedia

A entrada original para a Grande Pirâmide é de 17 metros verticalmente acima do nível do solo e 7,29 metros a leste da linha central da pirâmide. O interior da Pirâmide envolve ainda:

  1. Entrada original, na face Norte, atualmente obstruida
  2. Acesso atual, mandado abrir por Al-Mamun
  3. Blocos de granito, selando o acesso à passagem superior
  4. Passagem descendente até à Câmara subterrânea
  5. Câmara subterrânea
  6. Passagem ascendente de acesso à Grande Galeria
  7. Câmara da Rainha
  8. Passagem horizontal para a Câmara da Rainha
  9. Grande Galeria
  10. Câmara do Rei e Canais de ventilação
  11. Passagem horizontal para a Câmara do Rei
  12. Passagem que comunica a Grande Galeria com a Câmara subterrânea

Segue um vídeo que explica sobre um possível método de construção das pirâmides egípcias.

Anúncios

3 comentários em “Pra que serviam as pirâmides do Egito?

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: